Shell Script : Chaves públicas para automação de tarefas via SSH

Usando chaves SSH podemos fornecer uma maneira mais segura de fazer login em um servidor virtual privado com SSH do que usar uma senha sozinho. Enquanto uma senha pode, eventualmente, ser quebrada com um ataque de força bruta, chaves SSH são quase impossíveis de decifrar por força bruta sozinha.

Neste post o foco será como rodar a mesma rotina para uma série de servidores, sendo assim otimizando tempo e tendo um resultado sem falha humana.

Continue reading “Shell Script : Chaves públicas para automação de tarefas via SSH”

Script : Conectando SSH via Python

Neste post irei abordar como se conectar a um servidor via Python.

Para usar o script em Redhat é necessário instalar a biblioteca python-paramiko :

yum install python-paramiko

No exemplo abaixo estou me conectando no servidor 10.0.5.102 e rodo o comando hostname.

#!/bin/env python
import paramiko

ssh = paramiko.SSHClient()

ssh.set_missing_host_key_policy(paramiko.AutoAddPolicy())

ssh.connect('10.0.5.102', username='root', password='redhat')

stdin, stdout, stderr = ssh.exec_command('hostname\n')
print stdout.readlines()

Utilizamos o objeto “set_missing_host_key_policy”, passando “paramiko.AutoAddPolicy()” como parâmetro para aceitar automaticamente as chaves.

Saída do comando :

Captura de Tela 2015-03-22 às 16.58.55